#2 – Mansos em qualquer situação

[Download não encontrado.]

 

Marque, na lista abaixo, a qualidade pela qual você mais gostaria de ser conhecido:

[   ] Mansidão [   ] Fidelidade [   ] Gratidão
[   ] Solidariedade [   ] Domínio próprio [   ] Paciência
[   ] Perseverança [   ] Perdoador [   ] Bondade
[   ] Domínio próprio [   ] Paciência [   ] Bondade

Você já se decepcionou com sua atitude de intolerância e impaciência em relação a outras pessoas? De repente você falou algo que não gostaria de ter falado, mas não conseguiu se controlar, aí vieram as desagradáveis consequências. Por que acontece isso?

“Não é incomum a situação em que pessoas tidas como tranquilas e gentis podem ficar subitamente agressivas e violentas quando alguém com quem elas tenham uma grande ligação afetiva (empatia) esteja sob algum tipo de ameaça. Este comportamento, que já é bem demonstrado em diversas espécies animais, tem ainda pouco entendimento em seres humanos”.

“Lançando uma luz sobre esta questão, foi publicada recentemente uma pesquisa…. A pesquisa examina alguns fatores biológicos que podem explicar como uma ameaça grave a alguém que sejamos próximos pode desencadear um comportamento agressivo, remetendo a pessoa a um estado primitivo.1

Apesar da ciência explicar esse tipo de reação indesejável, como devem agir os cristãos diante das mesmas situações? Podemos nos conformar com as velhas desculpas: “Sou assim mesmo!”, e nunca lutar pela mudança de nosso temperamento? Ou devemos agir sempre dirigidos pelo Espírito Santo ainda que precise me humilhar? O que diz a Bíblia?

 

Lendo a Palavra

Mateus 12:15-21

 Aprendendo da Palavra

1. Por que era importante que as pessoas não expusessem Jesus à publicidade?

[a] Para não dar uma falsa impressão dos motivos de Jesus

[b] Para não criar problemas com as autoridades da época

[c] A fim de cumprir o que estava na profecia

[d] Para que Jesus também pudesse descansar um pouco

 

2. O que significa para você “não contenderá, nem gritará, nem alguém ouvirá nas praças a sua voz”?

[a] Estamos falando de uma pessoa fraca

[b] Essa é a descrição de alguém que não sabe lutar por seus objetivos

[c] A soma dessas características identifica uma pessoa mansa

[d] É o que o mundo precisa

[e] Essa pessoa nunca vai procurar confusão

 

3. Quem são a “cana quebrada” e a “torcida que fumega”?

[a] Pessoas doentes e fracas

[b] Aqueles que não têm força para reagir sozinhos

[c] Pessoas que enfrentaram duras batalhas na vida

[d] Pessoas “inflamadas” por um ideal

[e] Alguém que está precisando urgentemente de ajuda

 

Aplicando a Palavra

4. Em que ocasião você se sentiu como uma “cana quebrada” ou uma “torcida” prestes a se apagar?

[a] Quando percebi que estava em pecado

[b] Quando notei que as pessoas estavam se afastando de mim por causa de minhas ações

[c] Quando “olhei para trás” e vi quanta coisa errada havia feito

[d] Quando fui punido

[e] Quando percebi quantas pessoas haviam sido prejudicadas

[f] Outros:

 

5. Como você se sente quando percebe que está rodeado por pessoas que vivem buscando a controvérsia, ou que costumam falar a verdade de um modo inflamado?

[a] No meio de uma guerra

[b] Tenho vontade de voltar para casa

[c] Imediatamente reajo da mesma maneira

[d] Fico deprimido

[e] Pequeno e indefeso

 

6. Com certeza, em algum momento da sua vida você foi o próprio agente da controvérsia. Como você se sentiu, ou se sente, quando isso se repete, isto é, quando você é o responsável por criar situações indesejáveis?

[a] Quero morrer

[b] Recupero a serenidade e peço perdão na hora

[c] Fico remoendo o resto da vida

[d] Procuro me justificar até conseguir

[e] Geralmente não sou eu o culpado

 

Para Refletir

Às vezes nos surpreendemos admirando as pessoas que sabem reagir com firmeza, que falam com convicção, que convencem com a força de suas palavras. Se pensarmos bem, esse é realmente um dom maravilhoso e útil. Porém, mais difícil do que saber falar com convicção e força é saber falar com mansidão e equilíbrio.

Há alguns anos os jornais e noticiários da televisão divulgaram o resultado da investigação de uma escola cujos proprietários foram acusados de seduzir menores e praticar abuso sexual. Lembro-me que no início da investigação qualquer um que se levantasse para defender ou pelo menos dar uma chance de defesa àqueles proprietários enfrentaria dura oposição. Todos os jornais lançavam dúvidas e praticamente insinuavam a culpa daquelas pessoas.

A investigação prosseguiu e acabou-se concluindo que os acusados não eram culpados. O duro é que essa conclusão chegou na hora em que um dos proprietários encontrava-se sem condições de saúde para trabalhar e o outro trabalhava vendendo pipocas.

Olhando esse episódio, lembro daquele que Jesus disse a respeito da cana quebrada e da torcida que fumega. Acho que a nossa atitude, enquanto sociedade, tem feito muito mal a esse tipo de pessoa. Queremos sempre encontrar um culpado, acusar alguém e muitas vezes nos esquecemos de que esse alguém pode ser uma cana quebrada precisando de apoio para continuar de pé ou uma torcida que fumega; precisando de calor para continuar em chamas.

A mansidão nos ajudará a encontrar esse equilíbrio. Mas como encontrar a mansidão? Observe o exemplo de Jesus. Observe o que Ele prometeu fazer a esse tipo de pessoa. Observe o que Ele prometeu que jamais irá fazer. Se necessário, leia de novo o texto bíblico de hoje, antes de dormir. E talvez seja hora de avaliar seriamente o porquê de não imitarmos Jesus na força de Sua mansidão.

 

 

 

Umberto Moura e Delman Falcão

Baseado em: Serendipity Bible

Edição: Joelson Moura

[1]www.abcdasaude.com.br/noticias/como-uma-pessoa-calma-repentinamente-pode-se-tornar-agressiva-e-violenta www.pequenosgrupos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.