#08 – A Quem Enviarei?

[Download não encontrado.]

 

Introdução

Muitos imaginam que, para fazer um trabalho especial para Deus, precisam ter um cargo, uma experiência, um voto de comissão. Mas o que percebemos é que as pessoas que fizeram algo para Deus, o fizeram porque tinham ou tiveram uma visão de Deus.

Uma visão de Deus não significa necessariamente ser algo místico, como um sonho profético ou uma visão profética, mas uma compreensão de quem é Deus, e o que Ele significa na sua vida. Noé, Abraão, Moises falaram com Deus literal e pessoalmente; mas Esdras, Neemias e Zorobabel não, ao que tudo indica, mas fizeram igualmente um grande trabalho para o Senhor.

Uma visão correta de quem é Deus nos coloca numa relação correta com Ele, de reconhecimento de Seu poder sobre o mundo e de Sua soberania sobre a nossa vida. Quem se encontra com Deus tem sua vida marcada com a percepção correta de sua graça e misericórdia, de Seu amor e cuidados eternos.

Nas horas mais difíceis de nossa vida, almejamos falar com Deus, passar para Ele nossos problemas, pedir Sua ajuda, na confiança de que Ele sendo Todo-poderoso e ao mesmo tempo compassivo e misericordioso irá nos atender.

Deus, em sua suprema graça, também tem Seus problemas quando diz respeito à salvação da humanidade. Nesta tarefa Ele precisa de parceiros, precisa de pessoas que queiram se associar a Ele na busca de pessoas que queiram ser salvas por Ele. Isso fica muito claro no chamado que fez a Isaías. Vamos ver de perto essa história.

Lendo a Palavra

Isaías 6:4-9

Aprendendo da Palavra

1. Qual terá sido o sentimento inicial de Isaías no começo da visão?

[a] Medo

[b] Culpa

[c] Motivação

[d] Alegria

[e] Preocupação

2. O que Isaías queria dizer ao falar “os meus lábios são impuros, e moro no meio de um povo que também tem lábios impuros”?

[a] Meu coração está impuro e contaminado pelo pecado

[b] Eu não sou melhor do que ninguém

[c] Deus sabe tudo

[d] Preciso de ajuda, ou

[e] Ainda não escovei os dentes

3. Do mesmo altar do sacrifício foi tirada a brasa que tocou os lábios de Isaías. O que isso significa?

[a] A purificação verdadeira passa pelo fogo da entrega

[b] A verdadeira adoração a Deus nos purifica

[c] Os lábios também devem ser oferecidos como oferta ao Senhor

[d] Quem tem os lábios puros não precisa se preocupar com mais nada

4. Como Isaías se sentiu após a experiência da purificação?

[a] Confuso

[b] Encorajado

[c] Livre

Aplicando a Palavra

5. Compare as reações de Isaías antes de ser tocado com a brasa e logo depois da purificação. Escreva nas linhas abaixo um comentário e depois compartilhe com seu Pequeno Grupo.

                                                                                                                                                                             

 

6. O anjo que trouxe para mim a “brasa purificadora” foi:

[a] Um membro de minha família

[b] Um membro de meu Pequeno Grupo

[c] Um amigo

[d] Um estranho

[e] Um missionário (Pastor,  Colportor, Obreiro Bíblico, Etc.)

[f] Ainda estou esperando meu anjo

7. Para você, em qual desses ministérios é mais fácil dizer “Aqui estou eu. Envia-me a mim! ”?

[a] Liderar um Pequeno Grupo

[b] Ensinar crianças

[c] Ensinar adultos

[d] Serviços religiosos

[e] Visitar prisões

[f] Visitar doentes ou hospitais

[g] Hospitalidade

[h] Música

[i] Apoiar pessoas solitárias

[j] Pregar

[k] Outros:                                                                                                                                             

 

Para Refletir

8. Imagine se um dia todos os membros de seu Pequeno Grupo aparecessem na igreja pontualmente para a Escola Sabatina dizendo “Aqui estou. Envia-me a mim!”, o que você acha que se poderia dizer deste dia?

[a] O reavivamento finalmente começou

[b] Este é o dia que todos aguardávamos

[c] É a Chuva Serôdia

[d] A profecia de Joel começou a se cumprir

9. Você acha que este dia é possível?

[a] Sim [b] Não

10. E depende de quem?

[a] Do governo

[b] Do pastor

[c] De todos nós

[d] De mim

 

Conclusão

“Muitos estão esperando que alguma grande obra lhes seja apresentada. Perdem diariamente oportunidades de mostrar sua fidelidade para com Deus; deixam cada dia de se desempenhar de coração dos pequeninos deveres da vida, que se lhes parecem desinteressantes. Enquanto esperam alguma grande obra em que exerçam seus talentos, supostamente grandes, satisfazendo assim seus ambiciosos anelos – a vida passa”. MJ, 148.

“Anjos estão observando para ver se aproveitamos as oportunidades ao nosso alcance para fazermos o bem; estão esperando para ver se abençoaremos a outros, para que eles por sua vez nos abençoem”. LA, 447.

“Os seres celestiais têm esperado longamente que os agentes humanos – os membros da igreja – com eles cooperem na grande obra a ser feita. Eles estão esperando por ti”. ERP, 190.

“Centenas de pessoas estão esperando o aviso de escaparem para salvar a vida”. 3TS, 207.

A pergunta de Deus a Isaias ecoa nos corredores dos séculos, nos alcança e nos confronta: “A quem enviarei?”

Considere que muita gente não sabe o que você sabe, e que seria tão ou mais fiel que você se o soubesse, independentemente de sua religião, função ou experiência. Que resposta você dará a Deus?

 

 

 

 

 

 

 

Umberto Moura e Delman Falcão

Baseado em: Serendipity Bible

Edição: Joelson Moura

www.pequenosgrupos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.