Apresentação

Minha conversão se deu dentro de um navio lendo o livro O grande conflito. A mensagem da proximidade da volta de Cristo incendiou minha alma, mudou meu rumo e alterou meu futuro. Minha vida passou a ser vivida como se Jesus viesse realmente nos anos seguintes. As imagens da leitura do livro colaram na minha mente, e não pude mais me desviar de uma voz insistente e poderosa que me lembrava noite e dia: prepare-se, Ele está voltando.

Ainda estava nas minhas lutas para tentar entender o que era aquilo que estava se passando comigo, quando no início de uma tarde, no meio do nada, ouvi uma voz que me dizia: agora você vai ser um pastor. Lembro-me muito bem que parei, olhei para trás e não vi ninguém. Então compreendi que meu sonho havia acabado, começava agora a viver outro sonho – o sonho de Deus para minha vida.

Não relutei em aceitar, mas relutei muito falar às pessoas sobre isso. Temia que elas rissem de mim; pois, afinal, na opinião de meus amigos, daqueles que conviviam comigo, e a minha própria opinião era de que, definitivamente, eu não seria a pessoa mais adequada para ser um ministro de Deus. Mesmo assim, não pude mais me esquivar da convicção que se formava dentro de mim, quase sem meu consentimento, e do novo destino que se me afigurava inevitável.

Muitas vezes fui sozinho para a popa da embarcação, em alto mar, questionar a decisão de Deus – porque minha não era – e ali derramava a minha alma. Jamais imaginei ser um pastor ou pregador do Evangelho. Mas aos poucos aquilo tudo foi se assentando em minha mente até virar uma convicção pessoal inexorável.

Tornei-me pastor e pregador do Evangelho pelo patrocínio de Deus; e a mensagem das profecias, seguida pelo apelo de reavivamento e reforma tomaram conta de minhas prioridades, e se tornaram as mensagens de meu ministério e de minha vida.

Este livro nasceu no momento em que me pesava o dever de iniciar grupos de oração e a busca pelo reavivamento e reforma; razão porque procurei companheiros para essa jornada,  e os encontrei. Jovens estudantes, homens e mulheres de Deus, que aguardavam na beira do caminho, como as dez virgens aguardavam o Noivo para Suas bodas. Descobri que existem muitas pessoas que esperam à beira da estrada da vida, à espera de alguém que lhes convide para orar e vigiar.

Depois de um breve e tímido começo, nos tornamos dezenas, centenas, milhares de pessoas orando pela chuva serôdia. Quando encontro alguns companheiros daquele empolgante momento, dividimos uma emoção que somente pode ser compreendida por quem viveu o reavivamento daqueles dias, que se prolonga até hoje e se intensifica para o fim. Jesus ainda não veio. A luta, a convicção, a busca devem continuar até que o céu se abra para a chegada do Rei da glória.

Ao partilhar este livro com você, partilho o melhor de minhas esperanças e certezas – a volta de Cristo. Não é um livro para uma simples leitura. Estude-o com amigos, familiares, em Pequenos Grupos, nas vigílias, nos cultos de oração, na busca pelo reaviva- mento e reforma, e você descobrirá, por você mesmo, porque este livro chegou às suas mãos.

Umberto Moura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.