A sacudidura

A Sacudidura é outra figura retirada da vida agrária da Palestina. Acolhe a ideia dos grãos de cereais ajuntados na colheita, com porções de palhas e objetos estranhos, e que são colocados numa peneira para o joeiramento. Ali são sacudidos até que toda palha, objetos estranhos, grãos mirrados e doentes sejam lançados fora, permanecendo apenas os grãos cheios e limpos.

Esta figura se aplica à experiência a ser vivida pelo povo de Deus na grande colheita do mundo. Passaremos por uma grande sacudi- dura, e nela serão lançados fora os membros da igreja que se assemelham a palha e a grãos mirrados, e aqueles que são semelhantes aos grãos cheios e saudáveis serão recolhidos ao celeiro de Deus.

A igreja de Deus, finalmente, será purificada. O joio que crescer com o trigo finalmente será separado. Toda a palha da igreja de Deus será lançada fora, bem como todo o lixo espiritual acumulado ao longo dos anos. E juntamente com o lixo, muitos grãos considerados preciosos serão lançados fora para serem queimados.

1. Características

Antes do final triunfante e glorioso da história, “uma grande crise aguarda o povo de Deus.” – Testemunhos Seletos 2, 318.

“Pois eis que darei ordens, e sacudirei a casa de Israel entre todas as nações, assim como se sacode o trigo no crivo, sem que caia na terra um só grão.” Amós 9:9.

Uma experiência dramática e probante nos aguarda, e tal experiência não deverá ser escondida, nem poderá ser evitada!

“Quase todos os que professam crer na verdade presente não se acham preparados para compreender a obra de preparação para este tempo.” – Testimonies 1, 466.

“Devemos com urgência, buscar esta experiência e este preparo, pois “Deus está agora cirandando o Seu povo, provando os seus propósitos ou motivos. Muitos serão apenas palha, não trigo, pois não ha- verá valor neles.” – Testimonies 4, 51.

“Satanás desceu com grande poder, para operar com todo o engano da injustiça para os que perecem; e tudo que pode ser abalado sê-lo-á, e as coisas que não podem ser abaladas permanecerão.” –Testemunhos Seletos 3, 312.

“A crise aproxima-se furtiva e gradualmente de nós… Satanás vê que seu tempo é curto. Tem posto em operação todas as suas forças a fim de os homens serem enganados, seduzidos, ocupados e enlaçados até que o dia da graça se haja findado, e a porta da misericórdia esteja para sempre fechada.” – O Desejado de Todas as Nações, 636.

“Vem uma tempestade implacável em sua fúria. Estamos preparados para enfrentá-la?” – Testimonies 8, 315.

Não vem distante o tempo em que toda alma terá de ser provada. Por esse tempo o ouro será separado da escória na igreja. Mas essa é uma obra que compete a Deus realizar.

PARA REFLETIR
O que lhe deixa mais nervoso na igreja: o joio que parece trigo ou o trigo que parece joio? E como você se classifica?

2. Causas da Sacudidura

A. Resistência à mensagem de Deus a Laodicéia.

“Perguntei a significação da sacudidura que eu vira, e foi-me mostrado que era determinada pelo testemunho direto contido no conselho da Testemunha Verdadeira à igreja de Laodicéia. Isto produzirá efeito no coração daquele que o receber, e o levará a empunhar o estandarte e propagar a verdade direta. Alguns não suportarão esse testemunho direto. Levantar-se-ão contra ele, e isto é o que determinará a sacudidura entre o povo de Deus.

Vi que o testemunho da Testemunha Verdadeira não teve metade da atenção que deveria ter. O solene testemunho de que depende o destino da igreja tem sido apreciado de modo leviano, se não desatendido de todo. Tal testemunho deve operar profundo arrependimento; todos os que o recebem de verdade, obedecer-lhe-ão e serão purificados.” – Primeiros Escritos, 270.

B. Rejeição da verdade presente

“Haverá uma sacudidura entre o povo de Deus. […] Será o resultado de recusar a verdade apresentada” – Mensagens Escolhidas 2, 13.

C. Mornidão, descuido e indiferença

“És morno.” Apocalipse 1:16.

“Minha atenção foi então dirigida ao grupo que eu vira e estava sendo fortemente sacudido. Foram-me mostrados os que eu antes vira a chorar e a orar com agonia de espírito. A multidão de anjos da guarda em Seu redor fora duplicada, e estavam revestidos de uma armadura da cabeça aos pés. Marchavam em perfeita ordem, semelhantes a um grupo de soldados. Seu rosto expressava o tremendo conflito que haviam travado, a luta angustiosa por que haviam passa- do. Contudo seu rosto, antes assinalado pela severa angústia intima, resplandecia com a luz e glória do Céu. Haviam alcançado a vitória, e esta suscitava neles a mais profunda gratidão, santa e piedosa alegria.

Diminuíra o número dos que faziam parte desse grupo. Ao serem sacudidos, alguns tinham sido arrojados fora do caminho. Os descuidados e indiferentes, que não se uniam com os que prezavam suficientemente a vitória e a salvação, para por elas lutar e angustiar-se com perseverança, não as alcançaram e foram deixados atrás, em trevas, e seu lugar foi imediatamente preenchido pelos que aceitavam a verdade e a ela se filiavam.” – Primeiros Escritos, 271.


“Que direi a fim de despertar o povo remanescente de Deus? Foi-me mostrado que estão diante de nós terríveis cenas; Satanás e seus anjos estão reunindo todas as suas forças para carregar sobre o povo de Deus. Sabe que, se eles dormirem um pouco mais, está seguro quanto a eles, pois é certa sua destruição.” – Testemunhos Seletos 1, 90.

D. Conhecimento superficial da Verdade

“Ao vir a sacudidura esses leitores superficiais (da Bíblia), não ancorados em parte alguma, são como areia movediça.” – Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, 112.

“Terei no terreno (diz o enganador), como meus agentes, homens que mantenham falsas doutrinas com suficiente verdade para enganar almas. Também terei presentes pessoas incrédulas, que expressarão dúvidas quanto às mensagens de advertência do Senhor à Sua igreja. Lesse o povo e cresse nessas admoestações, e pouca esperança poderíamos ter de vencê-los. Mas se pudermos desviar-lhes a atenção dessas advertências, permanecerão ignorando nosso poder e sagacidade, e finalmente os ganharemos para as nossas fileiras.” – Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, 475.

E. Ignorância quanto ao poder de Satanás

“Satanás conjuga todas as forças, e arremessa ao combate todo o seu poder. Por que não encontra ele maior resistência? Por que são os soldados de Cristo tão sonolentos e indiferentes? É porque entretêm tão pouca verdadeira comunhão com Cristo; porque se acham tão destituídos de Seu Espírito! O pecado não lhes é repelente e aborrecível, como era a seu Mestre. Não o enfrentam, como o fazia Cristo, com resistência decidida e resoluta. Não se compenetram do grandíssimo mal e malignidade do pecado, e estão cegos tanto a respeito do caráter como do poder do príncipe das trevas. Pouca inimizade há contra Satanás e suas obras, porque há tão grande ignorância a respeito de seu poder e maldade, e da grande extensão de sua luta contra Cristo e Sua igreja. Multidões estão iludidas neste ponto. Não sabem que seu inimigo é um poderoso general, que domina a mente dos anjos maus, e que com planos bem elaborados e hábeis artifícios, está a guerrear contra Cristo para impedir a salvação das almas. Entre os professos cristãos, e mesmo entre os ministros do evangelho, raramente se ouve uma referência a Satanás, exceto talvez uma menção ocasional, do púlpito. Não tomam em consideração as evidências de sua atividade e êxito contínuos; negligenciam os muitos avisos contra seus ardis; parecem ignorar-lhe a própria existência.” – O Grande Conflito, 507.

F. Introdução de falsas teorias e doutrinas

“O Espírito de Deus tem iluminado cada página dos Escritos Sagrados, mas há aqueles sobre os quais pouca impressão eles fazem, por serem imperfeitamente compreendidos. Ao vir a sacudidura, pela introdução de falsas teorias, esse leitores superficiais não ancorados em parte alguma, são como a areia movediça.” – Testemunhos Para Ministros e Obreiros Evangélicos, 112.

“A experiência do passado há de repetir-se. No futuro, as superstições de Satanás assumirão novas formas. Erros serão apresentados de maneira agradável e lisonjeira. Falsas teorias, revestidas de trajos de luz, apresentar-se-ão ao povo de Deus. Assim procurará Satanás enganar, se possível, até os escolhidos. As mais sedutoras influências serão exercidas; mentes serão hipnotizadas.” – Testemunhos Seletos 3, 271.

“Esses falsos profetas, que pretendem ser ensinados por Deus, tomarão belos textos que foram dados para adornar a verdade, e os usarão como manto de justiça para cobrir teorias falsas e perigosas. E mesmo alguns dos que em tempos passados honraram ao Senhor, afastar-se-ão da verdade a ponto de advogar teorias extraviadoras referentes a muitos aspectos da verdade, inclusive a questão do santuário.” – Cristo em Seu Santuário, 19.

G. Severas provações e perseguições a serem enfrentadas

“Começou a forte sacudidura e continuará, e todos os que não estiverem a assumir uma posição ousada e tenaz em prol da verdade, e a sacrificar-se por Deus e por Sua causa, serão joeirados.” – Primeiros Escritos, 50.

“Ao aproximar-se a tempestade, uma classe numerosa que tem professado fé na mensagem do terceiro anjo, mas não tem sido santificada pela obediência à verdade, abandona sua posição, passando para as fileiras do adversário.” – O Grande Conflito, 608.

“Logo o povo de Deus será provado por ardentes provas, e a grande proporção dos que agora parecem genuínos e verdadeiros, demonstrar-se-ão metal vil. Em vez de se fortalecerem e confirmarem com a oposição, as ameaças e abusos, tomarão covardemente o lado dos oponentes.” – Testemunhos Seletos 2, 31.

“Quando a lei de Deus ficar anulada, a igreja se verá sacudida por provas severas, um setor mais numeroso do que pensamos dará ouvidos a espíritos enganadores e doutrinas de demônios. Em vez de serem fortalecidos ao serem postos em dificuldades, muitos revelarão que não são varas viventes da verdadeira videira; não dão frutos e o lavrador os lançará fora.” – Mensagens Escolhidas 2, 368.

PARA REFLETIR
Em qual dessas causas da sacudidura você ver maior risco pessoal?

3. Tempo da sacudidura

Ao tomar conhecimento de que algo importante, especial ou dramático irá acontecer, a primeira pergunta que vem à mente das pessoas é: Quando? Se a resposta não indicar um tempo breve, se não é para logo, então seguem o curso natural da vida, sem qualquer preocupação. Todavia, se o acontecimento previsto estiver às portas, então buscam apressadamente alguma maneira de enfrentar a situação, ou algum meio para fugir dela. No caso da sacudidura, não haverá esta alternativa. Preparados ou não, todos terão de enfrentá-la. Não haverá possibilidade de fuga.

O povo de Deus tem, em geral, imaginado um tempo remoto para a vinda da Chuva Serôdia, conforme vimos em capítulo anterior. Semelhantemente, a Sacudidura, também não está sendo aguardada para breve, ou talvez, nem mesmo sendo aguardada.

Os textos seguintes, todavia, demonstram que o tempo da sacudidura não apenas se aproxima rapidamente, mas que, de certa forma, a sacudidura já começou.

“Aproximam-se rapidamente os dias em que haverá grande perplexidade e confusão. Satanás vestido com roupas angélicas enganará, se possível, os próprios escolhidos.” – Testimonies 5, 80.

“Estamos no tempo da sacudidura, tempo em que cada coisa que pode ser sacudida, sacudir-se-á. O Senhor não desculpará os que conhecem a verdade, se não obedecem a Seus mandamentos por palavra e ação. Se não fazemos nenhum esforço para ganhar almas para Cristo, seremos responsáveis pela obra que poderíamos ter feito, mas, que não fizemos por causa de nossa indolência espiritual.” – Testemunhos Seletos 2, 547.

“Vi que estamos agora no tempo da sacudidura, Satanás está trabalhando com todo o seu poder para arrebatar da mão de Cristo as almas, e fazer que estas pisem o Filho de Deus. Um anjo repetiu lenta e enfaticamente estas palavras: ‘De quanto maior castigo cuidais vós, será julgado merecedor, aquele que pisar o Filho de Deus, e tiver por profano o sangue do testamento com que foi santificado, e fizer agravo ao Espírito da graça?’. O caráter está em desenvolvimento. Os anjos de Deus estão pesando o mérito moral. Deus está provando o Seu povo. Estas palavras foram-me apresentadas pelo anjo: ‘Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para apartar-se do Deus vivo. Antes exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; porque nos torna- mos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio de nossa confiança até o fim.’” – Testimonies 1, 429.

PARA REFLETIR
Visto que este é um assunto do qual pouco se fala, quando deveríamos começar a nos preocupar com a sacudidura?

4. Provação e vitória

A sacudidura não será uma experiência que Deus fará com Seu povo, mas, será um preparo necessário, também doloroso, a fim de purificar a Igreja de Deus de toda operação da injustiça, toda falsidade e de todo o pecado.

Ela servirá para romper todas as ligaduras que prendem a igreja ao mundo, ampliando a distância entre ambos, bem como a nossa semelhança com o Salvador. Dramática e dolorosa como possa ser, a sacudidura será uma experiência necessária.

Embora Satanás se intrometa neste processo, a sacudidura estará sob o olhar e a supervisão direta de Deus. Ele mesmo estará no comando.

“Na grande sacudidura que logo ocorrerá poderemos medir melhor a força de Israel. Os sinais revelam que está próximo o tempo em que o Senhor manifestará que tem em Suas mãos a peneira, e que limpará completamente o Seu campo.” – Testimonies 5, 80.

Deus certamente estará com Seu povo, mas isso não impedirá sua angústia e sofrimento.

“Vi alguns, com forte fé e clamores agonizantes, a lutar com Deus. Seu rosto estava pálido, e apresentava sinais de profunda ansiedade, que exprimia a sua luta intima. Firmeza e grande fervor estampavam-lhes o rosto; grandes gotas de suor lhes caiam da fronte. De quando em quando se lhes iluminava o semblante com os sinais da aprovação divina, e novamente o mesmo aspecto severo, grave e ansioso, lhes voltava.

Anjos maus se juntavam em redor, projetando trevas sobre eles para excluir Jesus de sua vista e para que seus olhos se volvessem para as trevas que os cercavam, e assim fossem levados a duvidar de Deus e murmurar contra Ele. Sua única segurança consistia em conservar os olhos voltados para cima.” – Primeiros Escritos, 269.

“Diminuíra o número dos que faziam parte deste grupo. Ao serem sacudidos, alguns tinham sido arrojados fora do caminho.” – Primeiros Escritos, 271.

“Por esse tempo o ouro será separado da escória, na igreja. A verdadeira piedade distinguir-se-á então claramente daquela que consiste na aparência. Muitas estrelas cujo brilho temos admira- do, então se apagarão transformando-se em trevas. A palha, como nuvem será levada pelo vento, mesmo de lugares onde só vemos ricos campos de trigo.” – Serviço Cristão, 49.

“Ninguém senão aqueles que têm estado vencendo pelo sangue do Cordeiro e da palavra do Seu testemunho será achado com os que são leais à verdade, sem mancha alguma de pecado, sem engano em sua boca. Devemos ser despojados de nossa própria justiça e vestidos de Cristo.” – Mensagens Escolhidas 2, 380.

Conclusão

Ninguém precisa temer pelo destino da Igreja, “único instrumento na terra ao qual Deus confere Sua suprema consideração” (Eventos Finais, 52). Afinal, temos estas palavras alentadoras da profetisa do advento:

“Ao recapitular a nossa história passada, havendo revisado cada passo de progresso até ao nosso nível atual, posso dizer: Louvado seja Deus! Ao ver o que Deus tem realizado encho-me de admiração e de confiança na liderança de Cristo. Nada temos que recear quanto ao futuro, a menos que esqueçamos a maneira em que o Senhor nos tem guiado, e os ensinos que nos ministrou no passado.” – Testemunhos Seletos 3, 443.

Não esqueceremos o passado! Não temeremos o futuro! Estaremos com aqueles cujo “rosto expressa o tremendo conflito que haviam travado, a luta angustiosa por que haviam passado. Contudo, seu rosto, antes assinalado pela severa angústia íntima, resplandecia agora com a luz e glória do Céu. Haviam alcançado a vitória, esta suscitava neles a mais profunda gratidão e piedosa alegria.” – Primeiros Escritos, 271.

“Um anjo que voava pelo meio do céu pôs-me nas mãos o estandarte de Emanuel, enquanto um forte general comandava em alta voz: ‘Perfilai-vos! Tomai posição vós, que sois leais aos mandamentos de Deus e ao testemunho de Cristo. Saí do meio deles e apartai-vos, e não toqueis nada imundo, e Eu vos receberei; e Eu serei para vós Pai e vós sereis para Mim filhos e filhas. Vinde todos quantos dentre vós quiserem acudir em socorro do Senhor, em socorro do Senhor contra os valentes.’” – Testemunhos Seletos 3, 224.

“Vamos depressa suplicar o favor do Senhor, e buscar o Senhor dos Exércitos; eu também irei!” – Zacarias 8:21.

PARA REFLETIR
A sacudidura não deixa alternativa: quem não estiver preparado está fora. O que você pretende fazer para não ser surpreendido?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.