#4 – Exemplo de Mansidão

[Download não encontrado.]

 

Em seu livro, Decisão – como fazer as melhores escolhas na vida e trabalho, Ship e Dan Heath, apresentam um estudo sensacional sobre autocontrole em nossas relações cotidianas. De forma resumida eles dizem mais ou menos o seguinte:

Todos nós tomamos um monte de decisões ruins. Por exemplo:

Na carreira profissional

Estudos feitos nas escolas de Filadélfia, EUA, demonstram que mais da metade dos professores abandonaram seus empregos em quatro anos. Descobriram que um professor tem quase duas vezes mais probabilidade de abandonar a sala de aula do que um estudante.

No exercício do trabalho

Um estudo mostrou que quando os médicos estavam “absolutamente certo”, sobre um diagnóstico, eles estavam errados 40% das vezes.

Em nossa vida pessoal

Estima-se que 61.535 tatuagens foram revertidas nos Estados Unidos em 2009.

Então, como podemos tomar melhores decisões? Quando a vida e a morte estão em jogo, que métodos os profissionais devem escolher? Isso tudo tem a ver com “controle de excitação.” Essa é uma palavra chique para dizer que precisamos manter a cabeça fria. Significa dizer que, ficar muito zangado ou muito feliz, você não pode pensar em linha reta. É exatamente isso.

É no dia a dia, no cotidiano da vida, no trato com as pessoas conhecidas ou não, que demonstramos nosso cristianismo. O apóstolo Paulo sofreu pressões e provações quase além do limite humano, mas isso não alterou seu propósito de servir ao próximo e ao seu Mestre Jesus.

Lendo a Palavra

I Tessalonicenses 2:1-12

 
Aprendendo da Palavra

1. Com o que poderíamos comparar o trabalho de Paulo entre os Tessalonicenses?

[a] Um pastor de ovelhas

[b] Um pai carinhoso com sua família

[c] Um marido a cuidar da esposa

[d] O sacrifício de Cristo por nós

[e] Um administrador gerenciando sua empresa

2. Por que, em sua opinião, Paulo pôde escrever na sua carta que sua entrada “não foi vã ”? O que motivou seu sucesso?

[a] O padecimento que sofreu

[b] A ousadia que aprendeu a ter

[c] A ausência de engano, imundícia ou fraude em sua exortação

[d] O fato de ele próprio ter se sustentado todo o tempo

[e] Ele tratava os Tessalonicensses como um pai a seus filhos

[f] Seu objetivo era conduzi-los ao Reino de Deus

3. Leia os versos 3-7 e responda: Qual foi a motivação de Paulo para servir aos Tessalonicenses?

[a]                                                                                                                                                               

[b]                                                                                                                                                               

[c]                                                                                                                                                               

4. De que maneira o apóstolo Paulo aprendeu a ser ousado em Deus?

[a] Recebendo um tratamento especial daqueles a quem pregava

[b] Padecendo e sendo agravado em Filipos

[c] Encarando seu ministério como um combate

[d] Tendo certeza da aprovação de Deus

Aplicando a Palavra

Exemplos de mansidão a serem imitados:

  1. Quando Abraão percebeu que as riquezas de seu sobrinho Ló, que estava em sua companhia e proteção, havia crescido a ponto dos dois não poderem permanecer juntos, ele ofereceu a Ló a possibilidade de escolher a melhor parte da herança, sendo que esta lhe pertencia e a seus descendentes. Abraão poderia ter tomado o melhor para si, era seu direito, mas em vez disso permitiu que Ló escolhesse a melhor parte, dizendo que ele tomaria o que restasse. (Gn 13:5-11).

 

  1. Quando José foi vendido como escravo ao Egito, rogou a seus irmãos que não lhe fizessem isso. Quis, porém, a providência, que estes mesmos irmãos fossem bater à porta de José para suplicar pão e pela própria vida. E José respondeu-lhes com mansidão e ternura: “Vós, na verdade, intentastes o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como vedes agora, que se conserve muita gente em vida” (Gn 50:20).

 

  1. Quando Davi, ainda jovem, foi ungido para ser o próximo rei de Israel, Saul ficou loucamente enciumado e, por anos, procurou Davi com a intenção de matá-lo. Em duas ocasiões, Davi teve a oportunidade de se vingar de Saul, mas não o fez. Como vido disse: “O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, isto é, que eu estenda a mão contra ele, pois é o ungido do SENHOR” (1Sm 26:11).

5. Neste momento da sua vida, com quem você mais se identifica e por quê?

[a] Abraão                                  [b] José                                        [c] Davi

6. Qual desses exemplos você teria mais dificuldade em imitar?

[a] Abraão, cedendo seu lugar de direito para outra pessoa

[b] José, perdoando alguém que lhe fez muitas maldades

[c] Davi, por não alimentar desejo de vingança

7. Está você pronto para tomar uma decisão sobre seu temperamento?

Para Refletir

É mais fácil aplaudir que imitar. Amamos os heróis da Bíblia, falamos deles, pregamos sobre eles, mas precisamos imitá-los. Paulo mais uma vez nos orienta como fazer isso.

“Abençoai aos que vos perseguem, abençoai, e não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram; Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos; A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas, perante todos os homens. Se for possível, no que depender de vós, tende paz para com todos. Não vos vingueis a vós mesmos, amados… porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:14-21).

Se devemos tratar assim nossos inimigos, quanto mais devemos tratar bem e amar nossos irmãos em Cristo. Somente depois que os discípulos se tornaram unânimes (unidos, no mesmo parecer) receberam o poder do Espirito Santo.

Umberto Moura e Delman Falcão

Baseado em: Serendipity Bible

Edição: Joelson Moura

www.pequenosgrupos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.