#11. A hora certa

Alguma vez você já passou a noite toda tentando resolver um problema ou executar uma tarefa com total dedicação, mas sem êxito? Como você reagiu?

[   ] Joguei tudo para o alto e fui descansar um pouco.

[   ] Continuei tentando sozinho até conseguir.

[   ] Desisti e passei a tarefa para outra pessoa.

[   ] Chamei mais alguém para ajudar.

[   ] Parei um pouco para descansar e em seguida continuei tentando.

[   ] Parei para pensar qual seria a vontade de Deus.

A Bíblia ensina que se quisermos alcançar sucesso na vida profissional, temos que nos dedicar ao trabalho. Há certos momentos, porém, que nada parece dar certo e somos tentados a desistir de tudo. É nessa hora que precisamos ouvir do Mestre maravilhosos conselhos e palavras de encorajamento. É nessa hora que Ele precisa tomar a direção de nossa vida e nos ajudar a continuar de cabeça erguida e animados, como é digno de todo bom cristão.

Esse aparente desestímulo um dia também chegou ao coração dos discípulos, mas Jesus não permitiu que eles continuassem assim.

Para download desta lição em PDF, clique no link abaixo:


	11-A-hora-certa.pdf	(597 downloads)

Lendo a Palavra

Certo dia Jesus estava na praia do lago da Galileia, e a multidão se apertava em volta dele para ouvir a mensagem de Deus. Ele viu dois barcos no lago, perto da praia. Os pescadores tinham saído deles e estavam lavando as redes. Jesus entrou num dos barcos, o de Simão, e pediu que ele o afastasse um pouco da praia. Então sentou-se e começou a ensinar a multidão. 

Quando acabou de falar, Jesus disse a Simão:

— Leve o barco para um lugar onde o lago é bem fundo. E então você e os seus companheiros joguem as redes para pescar.

Simão respondeu:

— Mestre, nós trabalhamos a noite toda e não pescamos nada. Mas, já que o senhor está mandando jogar as redes, eu vou obedecer. 

Quando eles jogaram as redes na água, pescaram tanto peixe, que as redes estavam se rebentando. Então fizeram um sinal para os companheiros que estavam no outro barco a fim de que viessem ajudá-los. Eles foram e encheram os dois barcos com tanto peixe, que os barcos quase afundaram. Quando Simão Pedro viu o que havia acontecido, ajoelhou-se diante de Jesus e disse:

— Senhor, afaste-se de mim, pois eu sou um pecador!

Simão e os outros que estavam com ele ficaram admirados com a quantidade de peixes que haviam apanhado. Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão, também ficaram muito admirados. Então Jesus disse a Simão:

— Não tenha medo! De agora em diante você vai pescar gente.

Eles arrastaram os barcos para a praia, deixaram tudo e seguiram Jesus.

Lucas 5:1-11 – NTLH

Aprendendo da Palavra

1. O que mais lhe chama atenção nesse primeiro encontro entre Jesus e Simão?

[a] Foi uma coincidência incrível.

[b] Foi mais do que uma coincidência.

[c] O fato de Jesus ter procurado um estranho para ajudá-lo.

[d] Jesus mostrou muito interesse pela profissão de Pedro.

2. Se você estivesse no lugar de Pedro quando Cristo o pediu para voltar ao mar para uma pescaria, o que você faria?

[a] Exatamente o que Pedro fez.

[b] Inventaria qualquer desculpa.

[c] Com muito jeito pediria que Jesus continuasse o sermão.

[d] Sugeriria fazer a pesca em outra hora.

[e] Entraria no mar reclamando e esbravejando.

[f] Pensaria: “Quem esse cara pensa que é?”

3. Quando Simão Pedro disse “Senhor, afaste-se de mim, pois sou pecador” o que ele queria dizer?

[a] Sinto-me envergonhado, pois entende mais de pescaria do que eu.

[b] Sinto-me desconfortável ao teu lado por causa de minha vida de pecados.

[c] Sei que és tudo o que dizes, mas não estou pronto a segui-lo.

[d] Pare de me importunar e saia de minha vida.

[e] Estou confuso. Se disser “sim” implicará uma mudança radical em minha vida e não sei se vou conseguir.

4. “…deixaram tudo e seguiram a Jesus.” Por quê?

[a] Eles eram inconsequentes e seguiram-no cegos pela fé.

[b] Estavam confusos e queriam conhecer melhor a Cristo.

[c] Eles queriam que Jesus se tornasse o estrategista das pescarias.

[d] Foram atraídos por sua mensagem.

[e] Ficaram intrigados com o chamado para ser “pescador de gente”.

[f] Apesar de tudo, eles sabiam que Ele era o Messias.

5. O que significa ser um pescador de homens?

[a] Está ligado a prática de fazer discursos bonitos.

[b] Um eufemismo que se refere práticas canibais do Império Romano.

[c] É participar da missão de Jesus trazendo pessoas ao Reino do Céu.

[d] Significa reunir a galera para uma festa épica.

Aplicando a Palavra

6. Qual a condição atual de seu barco espiritual?

[a] Está no porto aguardando o embarque o capitão.

[b] Parado para reparos necessários.

[c] À deriva da correnteza e do vento.

[d] Viajando na direção errada.

[e] Danificado pelas fortes ondas.

7. Onde você acha que Jesus está em relação ao seu barco espiritual?

[a] Na praia olhando.

[b] Nadando para encontrar-me.

[c] Subindo a bordo.

[d] Dentro do barco, mas sem fazer nada.

[e] Jogando as redes comigo.

[f] Puxando comigo as redes para dentro.

8. Como a ideia de se lançar ao mar e jogar as redes soa para você?

[a] Assustador!

[b] Loucura!

[c] Tudo bem, só que…

[d] Agradável, mas não quero ir sozinho.

[e] Só estava esperando ser convidado.

9. O que falta para você aceitar esse convite?

[a] Tempo para pensar a respeito.

[b] Uma pequena ajuda externa.

[c] Alguém precisa me empurrar.

[d] Francamente, não sei.

Para refletir

Ao terminar Sua mensagem, Jesus pediu que Pedro levasse o barco para águas mais profundas e ali lançasse sua rede para uma pescaria, mais Pedro estava desanimado. Ele havia trabalhado a noite toda sem que tivesse apanhado um só peixe. […]Olhando para as redes vazias, o futuro parecia desanimador. “Mestre, esforçamo-nos a noite inteira e não pegamos nada. Mas, porque és Tu que está dizendo, vou lançar as redes” (Lc 5:5).

Depois de toda uma noite de trabalho sem resultado, parecia não haver esperança em lançar as redes nas límpidas águas do lago, mas o amor pelo Mestre motivou os discípulos a obedecer. Simão [Pedro]e seu irmão baixaram a rede. Ao tentarem puxá-la para dentro do barco, havia tantos peixes que eles tiveram que chamar Tiago e João para ajudá-los. Quando o produto estava abordo, ambos os barcos estavam tão carregados que corriam o risco de afundar” (O Libertador, 138).

Muitas vezes nos sentimos como Pedro. Desanimados pelos tantos desafios da vida. Somos tentados a deixar Jesus esperando na praia enquanto tentamos resolver tudo a nossa maneira. Felizmente, mesmo quando o deixamos na praia, Cristo surge na hora certa e nos convida a jogarmos nossas redes do outro lado. Então, quando compreendemos o quanto ele nos ama e sabe o que é melhor para nós, Jesus nos avisa: não tenha medo, você será um pescador de homens. Que tal deixar tudo o que pode atrapalhar para trás e seguir a Jesus?

Umberto Moura e Delman Falcão

Baseado em Serendipity Bible

Edição: Joelson Moura

www.pequenosgrupos.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.